TCU começou a julgar processo que pode levar ao despejo da empresa Pérola, do grupo Rodrimar, que é suspeito de pagar propina ao presidente Michel Temer.