A Companhia Docas do Pará (CDP) dispensou licitação para contratar empresa "para prestação de serviços de mergulho para inspeção subaquática e ação mitigadora do possível vazamento identificado, bem como os serviços de monitoramento para a origem do vazamento e iminentes riscos do Porto de Vila do Conde". A publicação consta no Diário Oficial da União do último dia 9 de janeiro e envolve o investimento de R$ 984.390,00 pelo período de 90 dias.

O documento foi assinado pela diretora-presidente interina da CDP, Maria Helena Moscoso da Silva.